sábado, 10 de janeiro de 2009

2 comentários:

André Dias disse...

Muito forte. Mas é pena o excerto não continuar até ao fim do filme. No Youtube está uma versão, com pior qualidade mas em inglês, que termina precisamente no mesmo ponto. O último plano, com o genérico final e a passagem a preto e branco, se bem me lembro, parece-me ainda indispensável e inseparável disto.

bruno andrade disse...

O YouTube geralmente apresenta alguns problemas assim; n'outro dia foi com a cena final de Hanging Tree: dois clipes disponíveis, mas apenas um (com Cooper dublado em espanhol) com a agitação brutal do grupo de posse que antecede a serenidade dos planos finais - de onde sobressai esse tom lírico tão típico dos filmes de Daves, um lirismo que naquele momento do filme desabrocha justamente da confusão barbárica, e que é como que inseparável dela.

Arquivo do blog