quarta-feira, 17 de junho de 2009

Quintessência do romanesco



Alguma coisa entre isso e Rohmer - o Rohmer de A Árvore, o Prefeito e a Mediateca, de A Inglesa e o Duque, e espero que de Les amours d'Astrée et de Céladon - corresponderia à perfeição absoluta do cinema.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog