sábado, 27 de agosto de 2011

Por sinal, falei do Jacopetti sem saber que ele morreu no último dia 17 - sabe como é, pessoal tirando atraso com o Ruiz, principalmente os que passaram as últimas duas décadas sem mencioná-lo.

Bem que podia pintar uns textos do Moullet, que adora ambos.

2 comentários:

bruno andrade disse...

"Oh, ele fez Mistérios de Lisboa". Ah, os cinéfilos...

bruno andrade disse...

O melhor filme que está passando é o Super Oito do J.J. Abrams, que restaura a magia do cinema dos anos 70. - Arnaldo Jabor

Taí um autêntico cinéfilo. Eu adoro os cinéfilos, eles me emocionam, principalmente essa comunhão tão tocante de sensibilidades entre o cineasta cinéfilo e o público cinéfilo: Honoré "recupera" o frescor e o espírito do cinema da nouvelle vague, Abrams "restaura" a magia de candelabro do cinema spielbergiano. Lindo.

Arquivo do blog