domingo, 9 de novembro de 2008


A obstinação do nada.

Nenhum comentário:

Arquivo do blog