terça-feira, 16 de dezembro de 2008

2 comentários:

RL Fernandes disse...

Dos meus preferidos.
Aquela sequência no quarto proibido, sensacional.

E aquele set monstro, porra!

bruno andrade disse...

Esse breve instante do Buddy Lester imóvel, parado à porta, é um dos momentos mais indescritíveis do cinema. Quando se fala em "sublimação de gestos", não vai muito além disso aí.

Arquivo do blog