terça-feira, 8 de junho de 2010

O Céu de Suely passando na Globo.

Não chega nem a ser um sub-Wim Wenders; mais para Lelouch após ter lido Michel Foucault.

Desisti após o 13° plano consecutivo em que há mais céu enquadrado do que chão (esse tipo de produto para festivais devia vir com um alerta do tipo "atenção: filme conceitual").

Nenhum comentário:

Arquivo do blog