segunda-feira, 16 de agosto de 2010

Assistindo Find Me Guilty hoje.

A questão com o Lumet não é esse papo - esse imbróglio, a bem dizer - da relação do cinema com o teatro, se um esclarece o outro ou não, se um é transcendido pelo outro ou não, se um complementa definitivamente o outro ou se pelo contrário um conduz o outro a novas áreas, novas experiências, novas problemáticas, novos objetos etc.

A questão com Lumet é que primeiramente, como ocorre com este filme e com vários outros (Bastardos Inglórios vem à mente), trata-se de mau teatro - e aí não resta muito o que fazer, tanto da parte dele como da de quem exalta isso.

2 comentários:

Sérgio Alpendre disse...

levanto a mão aqui. Você está enganado sobre o Lumet. Sobre Find Me Guilty não sei, pois só vi em festival, preciso rever.

bruno andrade disse...

Tem alguns filmes do Lumet de que gosto, mas no geral, é disso que se trata sim - sem enganos, vide acima as cenas do Faccia a faccia.

Arquivo do blog