sábado, 18 de dezembro de 2010

Blake

2 comentários:

Matheus Cartaxo disse...

Belíssima homenagem.

bruno andrade disse...

Vi que você postou Moon River no seu blog. Sempre vi Breakfast at Tiffany's como um dos filmes mais mccareyanos, no limite mizoguchianos dos anos 60.

É por isso que esse filho da puta drogado do Arnaud Desplechin devia ser fuzilado em praça pública pelo atentado que cometeu contra essa música no início daquela excrecência do Reis e Rainha.

Arquivo do blog