sexta-feira, 6 de junho de 2014

Vamos lá amiguinhos, mais uma vez porque a coisa tá meio feia...

Abstração não é tomar a parte pelo todo, mas criar um novo todo a partir dessa parte, o que ocorre somente e incondicionalmente quando o todo o permite.

Por exemplo:

Nenhum comentário:

Arquivo do blog