quinta-feira, 22 de julho de 2010






9 comentários:

Anônimo disse...

Me suenan esas imágenes, Bruno, pero no caigo...¿Carpenter?¿Qué película es? Y arriba tampoco sé (no sé qué se estrena en Brasil) a qué estreno te refieres.
Miguel Marías

João Flores disse...

Tentei aqui, mas não consegui identificar...Rota Suicida?

bruno andrade disse...

Halloween 3, filme do Tommy Lee Wallace, acredito que da mesma forma que The Thing from Another World é um filme do Christian Nyby. Na realidade é um filme maravilhoso do Carpenter completamente desconhecido como tal.

Miguel: Bright Star.

Anônimo disse...

Con razón me sonaban esas imágenes, porque la ví... hace casi 30 años, y no me pareció mal (creo que Carpenter firmaba la música y Nigel Kneale intervino no acreditado en el guión), pero tendré que volver a verla.
"Bright Star" la ví hace unos meses y, como casi todas las de Jane Campion (con la deplorable excepción de "The Piano") está casi muy bien. Hay que verla, pero no me entusiasma, es un poco blanda para mi gusto.
Miguel Marías

bruno andrade disse...

O roteiro original é do Kneale, que não gostou da violência do produto final e pediu para ter seu nome retirado. O filme era originalmente um projeto do Joe Dante, que trabalhou no roteiro com Kneale antes de sugerir ao Carpenter integrá-lo à franquia Halloween. Mas há tantas coisas que são do Carpenter, não apenas todo o estilo visual do filme mas também premissas temáticas que ele desenvolverá mais tarde em They Live e In the Mouth of Madness, que acaba sendo um filme inconfudível.

O filme da Campion me parece o primeiro verdadeiramente não acadêmico, livre dela desde os longas neo-zelandeses, e até o momento o único em que essa vontade grandiloqüente de reconstituição de época se alia definitivamente às melhores características do cinema dela, i.e. o despojamento e a coragem de ser ultrajante. Revigorante para quem não esperava mais muita coisa dela e em tempos de vacas magras. Enfim, eu gosto de Kate Bush, o que talvez explique alguma coisa...

Rafael disse...

Bruno, não entendi se foi o Carpenter quem dirigiu esse Halloween III. Foi ou não foi?

bruno andrade disse...

O filme é dirigido pelo Tommy Lee Wallace, cenógrafo e montador de Halloween e The Fog, co-escrito por ele, Carpenter (não creditado), Nigel Kneale (não creditado) e Joe Dante (não creditado), produzido e musicado pelo Carpenter.

Mas é um filme do Carpenter.

Alessandro disse...

Foi Rick Rosenthal quem dirigiu o Halloween II ou o próprio Carpenter? Li que o Carpenter o demitiu e acabou dirigindo o filme numa certa altura. Acho um bom filme. O que você pensa dele e dos que foram dirigidos por Rob Zombie? Sinceramente nunca vi alguém filmar tão mal na minha vida.

Renato disse...

Alessandro, acho que ele dirigiu sim em andamento.

Arquivo do blog